Óleos essenciais no combate ao Tabagismo

Aromaterapia no auxílio Combate ao Tabagismo

Comprimidos mastigáveis, adesivos de nicotina. E se falarmos de aromaterapia e os óleos essenciais para complementar terapias de reposição de tabaco, através de terapias integrativas, não convencionais para parar com o  tabagismo?

Há cerca de dez anos, um estudo clínico sugeriu que a inalação do óleo essencial de pimenta negra e de hortelã pimenta , poderia ajudar os fumantes a reduzir os sintomas de abstinência, decorrentes  do tabagismo.

As terapia de substituição de tabaco são vulgarmente utilizadas para tratar a dependência da nicotina. Na maioria das vezes, se utiliza os patches, gomas de mascar, inaladores ou comprimidos. Esta técnica terapêutica com a aromaterapia é muito eficaz para tratar os sintomas de abstinência e permite a parada tabagismo.

É largamente reconhecida que a nicotina tem efeitos diretos sobre o cérebro, agindo sobre os receptores nicotínicos de neurônios através da ativação do sistema olfativo e irritação dos canais respiratórios. Um tratamento alternativo, hoje chamado de integrativo,  envolve a administração de um antagonista que bloqueia os receptores alvejados por drogas de abuso sem ativá-los, e, portanto, inibe a efeito euforizante

Estudo clínico

No estudo  publicado em Drug and Alcohol Dependence 34 (1994) 225-229), os autores – de propriedade ‘ Nicotina Research Laboratory, VA Medical Center e do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Duke, EUA ‘- estudou um dispositivo de cigarro substituto, à base de óleo essencial em um tubo.

Os óleos essenciais  foram  de fato capaz de causar efeitos irritantes suaves das vias aéreas e suprimir os desejos. O principal objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos dos componentes do óleo essencial utilizado em sintomas de abstinência bastante subjetivos durante um breve período de abstinência de fumar em 48 fumadores do sexo masculino com idades entre 19 e 56 anos.

Todos os indivíduos que participaram no estudo fumado de 20 a 50 cigarros por dia.

Todos os fumantes inalaram por “ad libitum”  (até a plena satisfação) durante uma sessão de 3 horas. No final de cada hora, os pacientes completaram um questionário para avaliar flashes (gosto, satisfação, sensações de força em diferentes partes do trato, sensações semelhantes das  à sua própria marca de cigarro ).

Com esta pesquisa, foram comprovados efeitos de óleos essenciais no combate ao tabagismo.

Fonte : Samia Maluf